Torcida Vermelha
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Presidente do Inter trouxe péssima notícia para o torcedor

Em entrevista concedida à Rádio Bandeirantes, na última terça-feira (27), o presidente do Internacional, Alessandro Barcellos falou sobre o planejamento financeiro do clube para a temporada de 2023 e o que foi dito pode ser considerado como preocupante para o torcedor Colorado.

Durante a conversa na Rádio, o mandatário do Clube do Povo explicou que a ideia do clube é gastar menos em 2023 se comparado com o ano de 2022, já que certas receitas não estarão disponíveis nos cofres do Inter, como os 100 milhões da venda do atacante Yuri Alberto.

“Nosso conceito aqui é buscar uma maior eficiência do nosso grupo com a possibilidade de redução da folha, esse é um desafio que estamos trabalhando, no mínimo uma manutenção e se possível uma redução”, disse o presidente do Internacional, Alessandro Barcellos.

Com o planejamento de realizar menos investimentos na próxima temporada, atitudes estão sendo tomadas para que aconteça um alívio financeiro, para assim conseguir realizar aportes que não comprometam o objetivo. Porém, isso poderá afetar diretamente nas negociações por grandes jogadores.

Por isso saída de jogadores com altos salários podem acontecer, como o que já foi feito com a ida de Edenilson para o Atlético-MG. Outro atleta que pode deixar o clube é Taison, que não tem um acerto para a renovação de contrato que acaba em abril. Se o camisa 7 for mais uma saída confirmada, o clube poderá economizar mais de 1 milhão de reais por mês.

Futuro Taison ainda indefinido

O meia-atacante Taison segue convivendo sobre a incerteza de seu futuro com a camisa do Internacional, mas tudo encaminha para que seja longe do Beira-Rio. Até o momento, o cenário encontra pendências.

O Inter entende que a perda de espaço no time e o alto salário e as questões comportamentais pesam para que aconteça uma antecipação do encerramento do vínculo, que vai até o dia 30 de abril do ano que vem. Dessa forma, Taison já pode assinar um pré-contrato com qualquer outro clube.

Apesar de o fim da relação ser o destino mais provável, uma permanência no Beira-Rio não está descartada. A diretoria tem uma admiração pelo jogador, mas para que ele siga no Inter, algumas condições terão que ser acatadas, como aceitar uma redução salarial.