Torcida Vermelha
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Internacional toma atitude fundamental para manter o Beira-Rio “top”

Com um cronograma personalizado para cada evento que acontece no estádio, o Beira-Rio segue como referência quando o assunto é a conservação do seu gramado. Com o término da temporada de jogos e shows, o “tapete” do Gigante receberá uma série de cuidados em dezembro, mirando o ano de 2023.

A ação faz parte do trabalho de preservação do piso, realizado pela equipe multidisciplinar do estádio, que envolve diversas áreas do Internacional e da BRIO, empresa parceira do clube na gestão compartilhada do Beira-Rio. Segundo o CEO da BRIO, Paulo Pinheiro, uma das prioridades é sempre trabalhar com profissionais e consultores técnicos especializados no tema, particularmente quando envolve a utilização e preservação do gramado em dias de shows e eventos, visando sempre contribuir com a função já desempenhada pelo Internacional.

“Em conjunto com o clube, desenvolvemos um cronograma personalizado para cada evento que acontece no Estádio. Ele contempla desde o período de montagem até o tipo de tratamento necessário após o mesmo, que varia de acordo com o clima e estação do ano”, explica.

Como será melhorado o gramado do Beira-Rio?

As melhorias do gramado integram o escopo da vice-presidência de Administração e Patrimônio do Inter, pasta ocupada por Victor Grunberg. Ele detalha como é feito esse processo.

“Anualmente são feitas duas revisões, uma no inverno e outra no verão, sendo que a de verão busca a correção dos danos causados ao solo durante todo o ano. Entre os principais pontos desta preservação, que tem 45 dias como prazo ideal para a realização de todo o serviço, estão a descompactação do solo para melhorar a drenagem e enraizamento da grama, a correção de desníveis superficiais e a troca de placas de grama em pontos mais desgastados”, explicou.

Em 2021, o gramado da casa dos colorados foi eleito o mais bonito do Brasileirão em uma votação realizada pela Rede Globo. A escolha foi feita por técnicos e capitães dos 20 clubes que jogaram a edição passada do torneio.