Torcida Vermelha
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Inter volta atrás em decisão que havia tomado sobre demissão de Coudet

O Internacional voltou atrás em decisão tomada previamente a respeito da permanência de Eduardo Coudet. O técnico argentino, que até então estava assegurado no cargo, caiu na noite de ontem (10), após mais uma derrota, desta vez no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, diante do Juventude.

Segundo informação prévia dada por Pedro Ernesto Denardin, da Rádio Gaúcha, a diretoria tinha convicção da permanência do treinador. Em especial o presidente Alessandro Barcellos, que tem relação de proximidade com Chacho, tinha a intenção de mantê-lo independentemente do resultado da eliminatória do torneio nacional.

O posicionamento assertivo, no entanto, não resistiu a pressão de mais um revés da equipe comandada pelo argentino. O resultado negativo contra o Alviverde de Caxias do Sul foi o segundo seguido no retorno do Beira-Rio e marcou o quinto jogo sem vitória. Além, é claro, de comprometer o futuro do Colorado na CB.

Demitido, Chacho não compareceu à entrevista coletiva. Barcellos foi quem apareceu para comunicar a saída do técnico e dar explicações. Quem comandará o Inter nas próximas partidas será Pablo Fernández, do Sub-20. Enquanto isso, a direção busca um substituto.

Inter entrou em acordo com Eduardo Coudet

Conforme disse Barcellos na coletiva, a decisão de demitir o argentino foi amadurecendo nos últimos dias. De acordo com o mandatário, não estava mais havendo um entendimento entre elenco e comissão técnica – o que vai de encontro com as informações de que o plantel estava insatisfeito com o treinador.

“Decidimos pelo desligamento do técnico Eduardo Coudet compreendendo que chegamos a um momento que a gente percebe no dia a dia quando as coisas começam a não ter mais a sintonia que o futebol exige. De comum acordo, porque o treinador também percebeu isso, resolvemos interromper, entendendo, sem descontextualizar o momento que vivemos, que era necessário fazer isso hoje”, declarou.