Torcida Vermelha
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Entre a cruz e a espada: Coudet precisa escolher entre ‘caprichos pessoais’ e permanência no Inter

O técnico Eduardo Coudet recebeu um ultimato para a disputa dos próximos compromissos com a camisa do Inter. Isso porque a equipe vai encarar duas decisões em sequência, contra Juventude e Rosario Central, em duelos válidos pela Copa do Brasil e Sul-Americana. O Colorado precisa superar os adversários para afastar a má fase que ronda o Beira-Rio.

Aliado a isso, nos últimos dias, o comandante argentino foi bastante cobrado pelos colorados, principalmente após o apito final da partida contra o Vasco da Gama. A torcida Guarda Popular, principal agrupamento de torcedores do Inter, publicou uma nota oficial para falar sobre a necessidade de vencer no mata-mata.

“Ao nosso treinador, apoio sempre terá, mas cobrança também! Caso não classifique na Copa do Brasil, será o último jogo no comando da nossa equipe. Não terá mais nosso apoio para permanecer na casamata”, disse a Guarda Popular em trecho da nota.

O entendimento é de que os compromissos válidos pelas copas serão determinantes para o futuro do treinador na casamata do Colorado. O Inter encara o Juventude nos próximos dias e, a partir da semana que vem, inicia o enfrentamento contra o Rosario Central, da Argentina.

Coudet terá que lidar com duelo incômodo no Inter

Para lidar com o compromisso válido pela Sul-Americana, Coudet terá que abrir mão de uma escolha pessoal. O comandante revelou, em entrevista concedida após o sorteio dos playoffs da competição continental, que o Rosario Central é a equipe que ele menos quer enfrentar.

“Se tivesse que escolher, o único que não gostaria de ir era para Rosário, mas reencontrarei o clube que amo, minha torcida. É sempre difícil enfrentá-lo. Seguramente serão duas partidas com um clima externo espetacular para jogar, quase como se fossem duas finais”, disse Coudet.