Torcida Vermelha
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Decisão nos tribunais pode atrasar negociação com estrela do Internacional

O Internacional pode acabar se complicando e ficando sem um dos reforços mais aguardados para a sequência da temporada. O Colorado, que tenta antecipar o seu retorno ao Beira-Rio, sua fortaleza, corre o risco de ter que seguir mandando seus jogos longe de casa por conta do último GreNal.

No clássico disputado no Major Antônio Couto Pereira, no fim de semana, torcedores arremessaram sinalizadores acesos no gramado. Isso aconteceu logo depois do gol vermelho, o único do duelo. O ato foi registrado na súmula do jogo pelo árbitro Ramon Abatti Abel.

Caso a procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) opte por denunciar o ocorrido, o Clube do Povo poderá ser enquadrado no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que prevê perda de mando de até 10 partidas em caso de condenação.

Essa é uma notícia nada favorável, tendo em vista que o Inter tem trabalhado para ter a sua casa à disposição o quanto antes. Uma sanção neste momento adiaria o retorno do time ao estádio. O último jogo disputado no local foi no dia 28 de abril, marcado pelo empate diante do Atlético-GO.

Internacional tenta antecipar volta do Beira-Rio

A princípio, o retorno do estádio, com a torcida colocada comparecendo em peso, está previsto para o dia 10 de julho, quando os comandados de Eduardo Coudet vão enfrentar o Juventude, pela primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil.

Mas a direção tenta antecipar a volta para o dia 7 de julho, no embate contra o Vasco da Gama, pelo Campeonato Brasileiro. Isso depende, porém, do resultado dos testes que serão realizados até lá.