Torcida Vermelha
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

D’Alessandro age e craque a Seleção quase foi parar no Grêmio

Graças a Andrés D’Alessandro, um dos maiores jogadores da história da Seleção Brasileira quase foi parar no Grêmio. O atleta em questão é Ronaldinho Gaúcho. Quando tentou o retorno do astro, em 2011, o rival tinha como objetivo bater de frente com o argentino, que na época era um dos grandes destaques do futebol nacional atuando pelo Internacional.

Ronaldo foi a primeira tentativa da equipe da Arena de contratar uma estrela capaz de fazer frente a D’Ale. Quem admitiu isso foi o ex-dirigente gremista César Cidade Dias, que atualmente trabalha como jornalista. Além do craque da Seleção, outros dois nomes foram cogitados: Pablo Aimar e Álvaro Recoba. Nenhuma das tentativas, contudo, deu certo.

“Quando eu fui diretor do Grêmio, havia a ideia de que precisávamos combater o D’Alessandro. Isso era claro. O nosso projeto tinha isso: combater o D’Alessandro. É curioso, teria dado certo. O primeiro cara era maior que o D’Ale: o Ronaldinho Gaúcho. Seria o cara, mas deu errado. 

Depois, se pensou no Aimar, que estava no Benfica e tinha sido emprestado. Se pensou no Recoba, que já caminhava para o fim da carreira, era uruguaio, jogador fantástico. Um dos grandes dessa geração. Mas eu não consegui e a gente não conseguiu achar uma peça que pudesse rivalizar com aquela liderança do Inter”, contou César.

D’Alessandro fez história vestindo o manto vermelho

D’Ale dedicou 14 temporadas de sua carreira ao Internacional. Ao todo, foram 529 jogos, 97 gols e 113 assistências. Além, é claro, de 12 títulos conquistados, dentre os quais o da Copa Libertadores da América de 2010. Não por acaso, o argentino é um dos maiores ídolos da história do Clube do Povo.