Torcida Vermelha
Portal de Noticias do Sport Club Internacional

Afundou o Grêmio no Z4 e agora pode tirar milhões do Internacional

Após a derrota para o Vasco, o Internacional volta as atenções para a disputa da Copa do Brasil. O time comandado pelo técnico Eduardo Coudet enfrenta o Juventude, pela terceira fase da competição, na quarta-feira (10). A equipe adversária, no entanto, vem embalada após ter conquistado uma importante vitória que afundou o Grêmio na zona de rebaixamento.

O Juventude venceu o Tricolor Gaúcho, por 3 a 0, no Alfredo Jaconi, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Diante do resultado, a equipe de Caxias do Sul se afastou da zona de rebaixamento e aumentou a crise no lado azul. O clube, inclusive, já está em preparação para disputar a partida contra o Colorado.

O Inter, por sua vez, estacionou na 10ª colocação do Brasileiro, com 19 pontos, após a derrota para o Vasco. A equipe, que tem duas partidas a menos na competição, conta com 12 pontos de distância em relação ao líder, Flamengo, porém ainda sonha com o título.

Por conta do momento negativo na temporada, o técnico Eduardo Coudet se manifestou para falar sobre as vaias da torcida. “Quando não ganha, isso acontece. Como blindar? Não tem maneira. Sabemos que quarta-feira não será o melhor clima para começar. Não é uma situação boa para ninguém, mas no futebol acontecem essas coisas”.

Internacional vive momento preocupante

Para a partida contra o Juventude, o Internacional precisa lidar com o desgaste físico do elenco. “Tivemos 30 dias parados e agora voltamos jogando em menos de 72 horas. Fisicamente não tem como. É uma maneira de jogar, uma maneira de pensar. É um estilo de jogo que gosto e tento impor, mas hoje não se pode. Gostaria sim de marcar em cima e atropelar, mas hoje não tem como, o grupo não tem como”.